Bastidores

cd_capa
Encarte de “Pra Você que vê! – Master Break” (MB Records 1996)

Bastidores do 1º Cd de Rap/Hip Hop do MS

NOTA: Atualmente a História do CD e do Grupo Master Break encontra-se também disponível no MIS-MS (Museu da Imagem e do Som do Estado de Mato Grosso do Sul)

Eu me lembro que foi uma correria danada no ano de 1995, eu e meu pai (Mano Gera) conversamos e vimos que para a época estávamos prontos para realizarmos o nosso sonho que seria a gravação de nosso disco. Não queríamos ficar na dependência de apôio oficial, pois sabíamos que se fôssemos esperar por isso a gravação não iria sair nunca, e também sempre achei que já tinha muitos artistas em Mato Grosso do Sul que só viviam das “tetas” do governo, e nós não queríamos ser mais um!

Na época eu pagava um consórcio de um carro, e dei um lance e recebi o veículo. Foi quando depois de andar com o carro por somente 547 Km, apareceu a idéia: “- Vamos vender o carro!”

E assim foi feito. Com o dinheiro fomos à São Paulo em busca de nossos sonhos e aspirações. Fomos eu (Buddy X), Mano Gera, Charles e Max Jay e ficamos no bairro de Americanópolis em São Paulo. Passados alguns dias fomos a galeria 24 de maio e deixamos a nossa “demo” com pessoas ligadas com Hip Hop. Conhecemos o Fábio Macari, que havia produzido grupos bem legais (Filosofia de Rua, GOG entre outros) e se interessou pelo nosso projeto, conversamos sobre afinidades e diferenças, por fim trabalhamos juntos. Lembro que as vezes passávamos o dia inteiro no estúdio, era bem trabalhoso mas eu e meu pai éramos incansáveis. Foram tempos maravilhosos e intensos! Terminamos a produção musical e depois colocamos a voz. Me lembro também que recebemos um convite de uma gravadora para fazer nosso disco, no entanto queriam que fizéssemos o gênero gangsta que não era a nossa cara e recusamos. Me lembro até de um fato que ocorreu durante as gravações: o Rappin’ Hood ligou para mim e me pediu para que o ensinasse onde e como é que as músicas eram registradas e os procedimentos legais. Eu me encontrei com ele no outro dia na galeria 24 de maio e levei-o aos locais. E expliquei para ele (Espero tê-lo ajudado pois ele é gente boa). Bem, seguindo nossa caminhada abrimos um selo: MB Records e fomos trabalhando a parte gráfica (Encarte, fotos, etc). Fomo a Sonopress levando as musicas e partes gráficas e encomendamos nosso Cd. Me lembro que a caminho da Sonopress (Tínhamos que levar até determinado horário, senão iria demorar mais ainda para o Cd ser “queimado” pela fábrica da Sonopress) e meu pai no meio do caminho me disse que estava cansado e pediu para descansar uns minutinhos pois grande parte do caminho foi feito a pé, então ele sentou-se numa praça e ficou por no máximo 20 segundos e me disse: – Pronto vamos! Eu sabia que ele estava ainda cansado, mas a sua vontade era tão grande ou maior que a minha, pois ví em seu rosto uma expressão cansada mas de felicidade e este foi um momento inesquecível de meu saudoso pai… Depois disso entregamos todo o material e voltamos a Campo Grande para ficarmos com nossa família e aguardar… Foi quando em 1996 a transportadora ligou para mim em Campo Grande e me disse que a encomenda da Sonopress havia chegado e então eu e meu pai fomos buscar a nossa “criança” ou seja o nosso tão sonhado Cd: “Master Break: Pra Você que Me Vê!”, e foi uma emoção só… Em casa ouvimos o Cd durante o dia e a noite inteira, e teve um momento em que eu já estava até com vergonha do pessoal lá de casa por não parar de escutar nosso Cd e disse para meu pai: ” – Chega né?” Então ele me respondeu: ” – Posso ouvir só mais uma vez?” Eu sorri e então passamos a madrugada toda ouvindo na sala… Bem, depois disso voltando ao trabalho eu corri com nosso disco e praticamente distribuí em todas as lojas de Campo Grande, e acertei com um distribuidor em São Paulo, que distribuiu em outros estados além de São Paulo. Como era bom essa época! Nosso som sendo tocado nas rádios e entrando entre as mais pedidas! Shows, entrevistas em rádios, televisão, jornais e revistas! Foi quando vimos que a nossa missão no MS na época foi feita, e deveríamos seguir adiante, e decidimos mudar para Guarujá-SP e prosseguirmos com nossos sonhos…

Não tínhamos idéia de que estávamos fazendo história, e que um dia o 1º Cd de Rap/Hip Hop do MS, iria estar por exemplo no MIS (Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul). Essas são algumas coisas que ocorreram naquela época, outras curiosidades estarei contando mais pra frente ta ok! O meu intuito é servir de estímulo para os manos que estão chegando e continuar dizendo: “- Nunca desista de seus sonhos!…”

*Curiosidade: Veja o Alvará de licença da festa de lançamento do CD realizado no dia 13/07/1966 em Campo Grande-MS, clicando em Alvará

Por: Buddy X

Hip Hop